Legalismo vs. ilegalidade

Mário Moreno/ Fevereiro 8, 2018/ Artigos

Legalismo vs ilegalidade

Legalismo é uma palavra que você não vai encontrar na maioria dos dicionários, mas uma quebra das suas partes irá revelar o seu significado. É legal o que é permitido ou estabelecido por lei, e -ism é um sufixo usado para identificar o que implica uma prática, teoria, doutrina, sistema ou princípio. Legalismo é então, a prática, teoria, doutrina, sistema ou princípio de permitir ou que estabelece a lei. Sob tal definição, podemos afirmar que o legalismo é algo com que todas as religiões e política um dia estarão envolvidos. Na verdade, não posso pensar em uma religião ou sistema político que não depende de legalismo, como corretamente definido.

A palavra legalismo é cogitada fora de contexto e sem a definição correta por muitos. Na maioria das vezes legalismo ou legalista é usado para rotular maliciosamente outra pessoa ou organização. Muitas vezes isso acontece quando uma pessoa não sabe como combater ou explicar o sistema de crença de outra pessoa ou organização. Parece que mais frequentemente é usada contra esse sistema de crenças que confirma o aparentemente “pecado imperdoável” de não concordar com um outro sistema de crença.

É senso comum para olhar ao redor e ver que sociedade e religião todos dependem do estado de direito. Não há nenhuma organização que não tem essa direção. Uma sociedade segura é uma sociedade legalista de acordo com a definição adequada de legal-ismo. O problema surge quando o que eu acredito que é diferente do que você acredita.

Entre os crentes da Bíblia há, em geral, apenas duas maneiras de olhar para a relação a lei de D’us para a humanidade. Sua lei é permanente ou não. D-us altera ou não o faz. Todos os crentes da Bíblia tomam estas duas posições. Aqueles que acreditam que a lei de D-us não é permanente estão propensos a pensar que aqueles que o fazem estão seguindo o legalismo. Realmente não é uma má etiqueta, mas é claro que significa algo muito ruim ou que fere.

Aqueles que acreditam que D-us não muda sua mente, estão aptos a estimar aqueles que pensam que Ele faz isso como sendo sem lei. Na maioria das vezes isso é dito para aviltar ao outro. No entanto, aqueles que acreditam que as alterações de D-us não são realmente sem lei, como que “não tendo nenhuma lei”, porque ELES têm um sistema legal. Ambas as visões são legalistas. Todos os crentes da Bíblia acreditam em alguma lei, ou seja, um sistema de regras e regulamentos. Eles diferem em que regras e regulamentos eles devem seguir, mas TODOS têm regras e regulamentos.

Nesta base, agora, compreendendo as definições adequadas de legalismo e ilegalidade, deveríamos rever ambas as palavras. Nem mesmo tem qualquer relevância para a questão de alterar ou não a lei de D-us. É hora dos fiéis da Bíblia começarem a ter uma abordagem madura e carinhosa em direção a esta discussão.

Quando alguns nos rotulam nós não julgamos necessário responder, porque o que quer que alguém maliciosamente rotule o outro não é relevante para a verdade da questão.

Acreditamos na relavancia eterna de cada palavra que saiu da boca de Elohim. Não acreditamos que qualquer um pode ser perfeito o bastante, para por suas próprias ações para atingir a sua glória. Consideramos que, em toda a história, Israel confiou apenas na sua misericórdia e sua graça para receber as promessas. Shalom.

Tradução: Mário Moreno

Título original: “Legalism vs. Lawlessness”.