Por que Israel?

Mário Moreno/ dezembro 6, 2017/ Artigos

Por que Israel?

A eleição de Israel por D-us é questionada desde há muito, pois muitos não compreendem o por que de D-us os haver escolhido para que seus propósitos eternos pudessem ser revelados a humanidade. Por isso surgem ataques, discriminação, ódio, antisemitismo, etc…, tudo por causa da escolha de D-us por Israel…

Israel é realmente uma nação única na terra, pois após um grande período de não existência (do ano 70 d. C. até 1948), a nação emerge do nada para novamente tornar-se uma potência mundial! Muitos não conseguem acreditar, mas existe algo realmente diferente em Israel, e muitos já tentaram explicar o inexplicável: como D-us, de forma miraculosa, fez renascer das cinzas do holocausto o moderno Israel e após 50 anos tornar a nação a maior potência do Oriente Médio.

Há uma singularidade que nos atrai a Israel, gerando em nós um imenso amor por aqueles que também são amados por D-us, levando-nos a sempre novamente querermos abençoar aqueles a quem D-us sempre abençoou, a ministrar sobre esta nação o que D-us sempre declarou, e assim cooperar para que os propósitos de D-us cumpram-se em Israel!

Quem é como o teu povo Israel, gente única na terra?” (II Sm 7.23)

Atualmente há uma disputa acirrada entre Israel e seus vizinhos pelos territórios onde hoje estão os judeus. Lutas intermináveis são travadas entre eles, guerras sem fim entre políticos que prometem a paz, mas que não cumprem os “Acordos” que são assinados perante as autoridades mundiais, pois, mais do que uma disputa por territórios físicos há uma disputa por territórios espirituais e uma grande batalha entre D-us e o diabo. O que está em jogo, na realidade, não são somente os territórios conquistados, os acordos firmados e depois violados, a palavra de um ou de outro, mas sim a reputação e a integridade de D-us que já foram reveladas em sua Palavra – a Bíblia – e portanto, o que está em jogo é muito mais do que aquilo que nós estamos vendo! Por isso a luta é constante, os embates são duros e as consequências nem sempre são favoráveis tanto para Israel quanto para os outros.

Há aproximadamente 4.000 anos D-us deu aquela região (o que chamamos hoje de “Oriente Médio”) à Avraham e posteriormente aos filhos de Israel, o que lhes garante o “direito de posse” dado por D-us. Porém, o objetivo final do Adversário e de seus exércitos é tentar anular aquilo que foi dito por D-us, tornando assim sem efeito a palavra que foi proferida pelo próprio Criador em favor de Israel. Se eles conseguissem seu intento isso seria o golpe máximo dado por qualquer criatura no universo, pois assim poderiam provar que o Eterno não é tão poderoso assim, tirando d’Ele o direito de governar e reinar sobre toda a criação (inclusive o mundo espiritual!).

Saibamos, portanto, que o pequeno Israel é um povo único, privilegiado e bendito, pois foi justamente através deles que recebemos as promessas, a herança, o Messias (Ieshua) e também a esperança de vida eterna. Por isso não deixemos de profetizar a palavra de D-us e também oremos pela vitória de Israel, que consequentemente será também a nossa vitória!

Que D-us nos abençoe e nos ajude a compreendermos os mistérios que envolvem a Israel e nos leve a amá-los assim como Ele os ama!

Saudamo-vos com um profundo Shalom, em nome de Ieshua o Ungido! Amém!

Mário Moreno.